Seleção de geossítios para uso turístico no parque estadual do Ibitipoca/MG (PEI): uma proposta a partir de metodologías de avaliação numérica

Main Article Content

Lilian Carla Moreira Bento
Sílvio Carlos Rodrigues

Resumen

A criação de unidades de conservação permite, dentre outros, a valorização do patrimônio natural. Esse proceso de valorização está associado à forma como a sociedade percebe o patrimônio, o que, consequentemente, vincula-se ao valor atribuído ao mesmo. O ato de atribuir valor a um patrimônio, seja natural ou cultural, surge, inicialmente, do entendimento da importância desse patrimônio. Esse entendimento, em específico nas unidades de conservação, depende de ações de educação e interpretação ambiental. Esse estudo tem por objetivo principal a seleção de geossítios para uso turístico no Parque Estadual do Ibitipoca, a partir de metodologias de avaliação numérica desses sítios geológicos. Essa seleção é relevante uma vez que direcionará, em estudos posteriores a serem realizados pelos presentes autores, as ações de valorização e divulgação do patrimonio geológico a serem implantadas no parque.

Palabras clave: Inventário, interpretação, geoconservação

Article Details

Biografía del autor/a

Lilian Carla Moreira Bento, Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia

Bolsista CAPES.